Hoje eu não quero ouvir a batida do meu coração

Hoje eu não quero ouvir a batida do meu coração

Hoje eu não quero ouvir a batida do meu coração.

Não quero porque ele bate em vão.

Nem sereno, nem acelerado, só bate.  Em vão.

Um ritmo constante, mas ao mesmo tempo carregado, pesado.

Leva o peso dos sonhos que não se realizaram.  Carrega as decepções que não foram apagadas.

Arrasta mágoas que não consegui deixar para trás.

Eu queria que ele batesse por amor, mas não…

É como se ele batesse numa porta. Talvez na própria porta por ter virado coração de madeira.

Queria que batesse derretido por alguém, mas não.  Ainda não derreteram o meu coração de gelo.  Ou será que é o contrário, que alguém o tornou um coração gelado e frio?

Queria que ele batesse bem suave, pensando em alguém, mas não.  Ele bate como pedra.  De tanto bater sem amor, petrificou.

E agora? Será que meu coração nunca mais vai bater por ninguém? Será que vai continuar com essa batida sem graça, vazia e solitária?

Será que um dia ainda encontrarei alguém que fará meu coração bater e eu queira ouvir a batida dele novamente?

No dia que ele parar de bater em vão vou querer escutá-lo outra vez. Será que o problema é justamente esse? Ele até bate por alguém de vez em quando, mas já me acostumei tanto a não ouvi-lo e não seguir o que ele diz, que não reconheço mais a batida do meu próprio coração quando ele bate por amor.

Textos de amor

facebooktwittermailby feather

Diane De Camillis

Escritora de livros e do site: textosdeumaescorpiana.com; Fundadora, produtora de conteúdo e apresentadora no site Entresolteiros.com.br; Colunista no site www.amigosdocomendador.com e Diretora da De Camillis Eventos.

You may also like...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: