Desapega

Desapega

Desapega dela e se apega a todas, a várias, a nenhuma.

Desapega e “pega”. Pega na mão, pega no colo, pega em casa. Pega na balada, no aplicativo, na festa, na praia.

Vai, desapega! Desapega dela. Pega e não se apega.

Pega todas para ver se alguma se parece com ela. Pega várias para ver se uma o faz desapegar dela. Ou não pega nenhuma, porque não é ela mesmo.

Vai pegar quantas puder para ver se na dezena ou na centena, alguma será melhor que ela.

E então você não se apega e não acredita que não seja possível pegar pelo menos uma melhor que ela.

Então nem pega porque no fundo você não quer mesmo.

Porque você pode pegar quantas forem, sabendo que não se apega a outra porque no fundo seu coração não se desapega; é dela.

Desapega

facebooktwittermailby feather

Diane De Camillis

Escritora de livros e do site: textosdeumaescorpiana.com; Fundadora, produtora de conteúdo e apresentadora no site Entresolteiros.com.br; Colunista no site www.amigosdocomendador.com e Diretora da De Camillis Eventos.

You may also like...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: